Propaganda bem feita

Vídeo

Às vezes não é preciso pensar em grandes idéias, precisamos só ter o depoimento da pessoa certa na hora certa.

Propaganda é isso; barata, sem grandes atores e com uma grande sacada.

Anúncios

Fechando 2012 com EducAção

DSC07155

Foi um ano de muitas mudanças no grupo como também foi um ano de muitas transformações na vida de cada um de nós da D.I. + , foi o ano do tão temido LABOREX que no fim percebemos que nós mesmos criamos fantasmas para nós mesmos, pois o LABOREX não é um bicho tão assustador assim, mas nós, seres humanos ainda temos muito a aprender com os nossos medos.

O ano da D.I. + começou com a ação “Trote é “Coisa” do Passado” onde compartilhamos abraços, carinho, amizade entre os calouros de 2012, com isso, ganhamos destaque na Revista Recall especializada em Marketing, Economia e Negócios do Interior de São Paulo na coluna Movimento para o projeto “Trote é “Coisa” do Passado” que citou também a ação desenvolvida no ano passado; EducAção – Uma ação do bem. Ganhamos também o reconhecimento da Fundação EDUCAR Dpaschoal com um certificado de agente transformador na sociedade com a ação “Trote é “Coisa” do Passado”.

No Prêmio Regional de Publicidade e Propaganda da Uniara a D.I.+ Propaganda recebeu seis prêmios e duas menções honrosas sendo; dois troféus ouro, um prata e três bronze, sendo assim a agência mais premiada de 2012 no prêmio. Estivemos também presentes no FAM – Fest Multimídia e Fest Audio realizado pela APP Ribeirão. Não faturamos o prêmio, mas estávamos entre os melhores, e isso, é o reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido dentro deste grupo.

Tivemos também o acidente como o amigo Eduardo Piccolo que mexeu conosco, mas felizmente, o Eduardo hoje está bem, mas também tivemos a perda de um amigo e irmão; João Paulo Zanbom que nos deixou, mas também deixou grandes recordações que será sempre lembrada e eternizada por este grupo.

E como começamos 2012 com uma ação, terminamos 2012 também com mais uma ação que foi feita no ano passado para o Prêmio Mundial de Publicidade e Propaganda de Gramado, onde ficamos entre os trinta melhores vídeos, este ano, repetimos a ação, EduAção – Uma Ação do Bem, pois a única forma de melhorarmos o nosso país, a nossa cidade e o ambiente que vivemos é com educação, seja ela, como tratamento com as pessoas, como também, como forma de cultura e instrução, pessoas melhores se transformam com educação.

Hoje encerramos nosso ano acadêmico deixando os parabéns para todos os grupos do terceiro ano de Publicidade e Propaganda da Uniara que conquistaram seus prêmios, seu respeito, e acima de tudo, se uniram para transformar as diferenças em igualdade. E também não podemos nos esquecer de deixar um obrigado ao Vitor Rosales, André Camargo que passou também por esse grupo, as nossas namoradas pela paciência e participação e em especial a família do nosso irmão Fabrício, pois nos acolheram o ano todo em sua casa para realização dos trabalhos, obrigado Mãe Adriana, Vó Beth, Vô Denezio, Tio Marcos, amigo Kaká e irmã Bianca, pois vocês nos acolheram e nos fizeram nos sentir da família, que hoje, consideramos nossa também.

Que venha 2013 para chegarmos a excelência ou para pelo menos tentarmos.

Um abraço.

DSC07157

DSC07161

DSC07174

EducAção – Uma Ação do Bem 2012

Foto_DIvulgAção_D_I_2012

Olá amigo (a) do bem,

Este ano estamos novamente estaremos fazendo a ação EducAção – Uma Ação do Bem que será realizada sábado 08/12 as 9h na praça de Santa Cruz em Araraquara.

Como nasceu a Ação; EducAção – Uma Ação do Bem

A ação nasceu em 2011 através de um trabalho de faculdade para participação do Prêmio Universitário do Festival Mundial de Publicidade de Gramado, cujo o tema foi; uma Ação do Bem e nossa ação acabou ficando entre as 30 melhores, mas acabou não sendo premiada no festival.

Esta ação tem o intuito de trazer alguns hábitos de volta como; olhar para pessoas e dizer bom dia, boa tarde, boa noite, como também, obrigado, por favor e outras palavras que fazem parte da boa educação que estão sendo esquecidas.

Pela correria do dia-a-dia estamos perdendo esses hábitos e com isso, acreditamos, que estamos ficando frios e se estamos preocupados em deixar um bom legado para os nossos filhos, por que não deixar um exemplo de boa educação?

E no caso até plagiando o Profeta Gentileza; Gentileza gera Gentileza, como também; Educação gera Educação.

Por isso, peço sua ajuda para divulgação desta Ação que estará também distribuindo a cartilha da boa educação.

Esperamos por você sábado 08/12 as 9h na praça de Santa Cruz em Araraquara.

 

Um otimista chamado João

Esperei passar a emoção para falar com a razão, esperei passar todo o momento do acontecimento para falar do sentimento que existe entre eu e esse cara chamado João Paulo Zambon, homenagem, fazemos na vida e não na perda, por isso, isso não é uma homenagem, mas sim, o que o João foi como ser humano.

Conhecido por João, João Paulo, Zambon, Jota e Jota Pê, não importa a forma que você o conheceu, o que importa, é a forma única que ele foi e será como ser humano perante todos nós.

Volto ao tempo da juventude para relembrar dele subindo a rua da minha casa para namorar minha vizinha, lembro-me do momento que conheci seu irmão, Catuto, e a partir daí nasceu nossa amizade que se transformou em uma irmandade. Alguns anos se passaram e o João, como eu o chamava, passou na faculdade federal de Itajubá, o João, foi embora, eu e o Catuto, seguimos o nosso caminho como amigos e irmãos, o João por poucos anos ficou longe, mas retornou com uma idéia que já tinha se consolidado lá em Itajubá, e essa idéia se chamava; Zapp! Eventos, eu, já trabalhava com eventos na rádio Jovem Pan Araraquara e topei o convite, mesmo dizendo que não tinha dinheiro para investir, o João disse; eu também não, vamos começar do Zero.

Começamos a Zapp! Eventos e nos tornamos a maior empresa de eventos em Araraquara, mas todo mérito sem duvida nenhuma foi do João, pois fazer evento em nossa cidade nunca foi fácil, por isso, ele rompeu barreiras e fez que a Zapp! Eventos, ultrapassasse barreiras e passou a fazer eventos em todo estado de São Paulo, como exemplo; InterUnesp. Além disso, tínhamos o apoio da família, primos, mãe e pai sempre juntos, e ainda, amigos que sempre nos ajudou e fizeram os eventos acontecerem.

O João sempre foi o cara de frente, e nós, eu e o Catuto, os caras da logística, e assim, seguimos, com alegrias e tristezas, mas, com ideais sempre, eu, acabei saindo da sociedade e dando espaço para um outro amigo, pois eu, não tinha mais como conciliar, o trabalho e a empresa, e assim, eles seguiram e transformaram a Zapp! Eventos, ainda maior, até serem produtores do show do Scorpions em Ribeirão Preto. E se hoje Araraquara está aberta para eventos, esse cara, é um dos principais responsáveis por este feito, o João, encarou e inovou o meio em nossa cidade.

Isso tudo ou pouco que falei não é nada o que representa a humanidade desse cara e da sua família que adotei ser minha também, a mãe Toninha, o pai Zambon e o irmão Catuto deixo meus sinceros sentimentos, pois nada irá substituir essa imensa falta, mas deixo aqui algumas palavras que não confortam, mas descrevem o grande ser humano que é o João Paulo.

Um cara que tinha os melhores princípios, que tinha uma alegria incomum e deixou uma virtude e um ensinamento a todos nós; essa virtude se chama OTIMISMO, ato que hoje não existe mais. A passagem mais marcante entre nós foi quando ele me fez conhecer a Sociedade do Ser, me deixou por lá um fim de semana, onde aprendi alguns princípios e passei a enxergar outros, no dia do resgate, jamais imaginei que ele estivesse lá para me abraçar e passou a ser meu padrinho de curso, essa foi nossa passagem, acredito eu, a mais marcante na nossa caminhada.

Na nossa ultima conversa, minha e do João, falamos da sua sobrinha e das vitórias do Catuto, falamos dos meus filhos e do nosso encontro com toda a família, não conseguimos realizar esse encontro com sua presença, mas tenho certeza que irei estar junto a sua família que sempre foi a minha.

A você meu irmão Catuto, na nossa ultima conversa, você me disse; Gui, você perdeu seu Pai, mas você pode abraçar seus irmãos, e eu, não posso mais abraçar o meu, e eu, lhe digo, você pode abraçar seu Pai e sua Mãe e buscar forças neles também, além de poder abraçar todos os irmãos que seu irmão João conquistou durante a vida dele, pois, o João, não criou amizades, mas sim, uma irmandade, sei, que nenhum desses abraços irão satisfazer a falta do nosso irmão, mas estamos todos juntos com você.

A família Marriero e Zambon, deixou aqui meus sinceros votos de superação pela perda que sempre será uma falta para todos nós.

E pelos ensinamentos que o João deixou, peço, que todos nós sejamos otimistas, alegres e divertidos, pois o João, sempre nos proporcionou, otimismo, alegria e diversão a todos nós.

A você João, fique em paz, te amamos, e mesmo com essa grande perda, iremos tentar entender essa distancia que ainda nós seres comuns não entendemos.

“Só se torna inesquecível quem passa pela vida para fazer a diferença.” (Gui Venturini)