A Carta da Vida – Eduardo Piccolo

Endereço essa carta a você que está aí como todos nós tentando entender a vida, infelizmente, a vida é para ser vivida e não para ser entendida. A cada dia vamos vivenciando novos momentos e aprendendo com novas experiências de como viver o dia-a-dia.

Impossível entender tudo que acontece ao nosso redor, a um quilômetro de distancia ou até do outro lado do mundo, nós, apenas interpretamos e codificamos tudo para nos convencer que tudo acontece na hora que deve acontecer, podemos evitar?

Às vezes sim, muitas vezes não!

Todo dia nos perguntamos por que aconteceu algo com aquela pessoa que tanto gostamos? Dizemos, tem tanta gente ruim neste mundo, tinha que acontecer com o “fulano”. Não sei se deveria acontecer com o fulano, comigo, com você ou quem quer que seja. Fatalidades acontecem na hora que tem que acontecer e não quando achamos que devem acontecer, e isso, é para os bons ou para os ruins.

Vivemos em mundo perfeito com pessoas imperfeitas que acreditam entender de tudo, todos nós queremos entender de algo, mas nem sempre entendemos, apenas compreendemos e nossa maior dúvida é a vida.

Quantas pessoas neste momento sofrem por algum motivo? Milhares, acredito eu, pois o sofrimento está embutido na maioria dos seres humanos, afinal, é mais fácil reclamar do que fazer algo para mudar ou transformar o seu convívio.

Somos todos semelhantes e não iguais, somos diferentes nas formas, curvas, retas e cor, mas em nossas veias corre um liquido vermelho chamado sangue, podemos ser ricos, pobres, de raças diferentes, crenças diferentes, mas em nossas veias correm o mesmo combustível, o combustível da VIDA, claro, existe a tipologia sanguínea, mas a cor é única para todos, não existe nada mais democrático que o sangue, pois todos nós precisamos dele para viver e todos nós podemos salvar alguém se doando; doe sangue, doe amor, doe vida.

Há alguns dias um amigo de faculdade sofreu um acidente, amigo, podemos dizer que seja uma palavra forte, pois não somos tão amigos assim, mas somos irmãos perante a vida, a palavra irmandade emana muito mais significados, emana coragem, sensibilidade, amor, prosperidade, humildade e entendimento.

Irmandade é conviver juntos em paz, enviar energias positivas e luz a todos que estão na escuridão, mesmo que não me ouça, falo pra você, mesmo que não me veja, escrevo pra você, mesmo que tudo possa parecer estranho neste momento, amanhã terá um significado maior.

As minhas mãos escrevem o que todos que o amam gostariam de escrever, falar ou o que estejam pensando, tudo escrito aqui na carta da vida é apenas a manifestação de seres humanos que torcem por você e por sua recuperação.

E com essas palavras envio minhas energias pra você e que todos que se manifestarem a partir de agora você possa ouvir ou pelo menos sentir, repetimos;

“ Que em todos os corações

Possa nascer um fruto de esperança…

E em cada ser humano o amor possa

Ser mais do que um sentimento, que ele seja

Parte da existência de cada um de nós…

 

Pois o nosso Deus não desiste de ninguém,

Nós, é quem desistimos dele…

Não desista…acredite, pois tudo pode

Acontecer, tenha fé”

A você Eduardo Piccolo nosso voto de recuperação para uma nova VIDA, viver é ter coragem de nascer todos os dias.

Esta carta foi escrita pela energia enviada de todos seus irmãos do 3º ano de Publicidade e Propaganda da Uniara.

Anúncios

Ação feita pela D.I. + é destaque na Revista Recall

Mais uma ação que se destaca com a marca D.I. +

A Revista Recall especializada em Marketing, Economia e Negócios do Interior de São Paulo dá destaque na coluna Movimento para o projeto “Trote é “Coisa” do Passado” e cita também a ação desenvolvida no ano passado; EducAção – Uma ação do bem.

Veja abaixo a entrevista digitalizada;

Image

Agradecemos mais uma vez a todos os adeptos as nossas Ações e agradecemos mais uma vez também a todos os meios de comunicação pelo apoio aos nossos projetos.

Fazer é a única forma de mudar.

Flores – Trote é “Coisa” do Passado

Depois de muita polêmica estamos encerrando a semana de recepção dos calouros da UNIARA. Como é de conhecimento de todos, nós, da D.I. + Propaganda somos contra o trote violento e humilhante e a favor do trote solidário e foi assim que levantamos nossa bandeira na segunda feira e permanecemos com ela asteada.

Não tivemos espaço, pois a grande maioria estava a favor do trote humilhante e violento, e nós, como sempre, em um grupo menor, mas não desistimos e continuamos com nossa bandeira, Trote é “Coisa” do Passado.

Hoje gostaria de deixar aqui nosso agradecimento para algumas pessoas que fazem a DIferaença como nós, uma delas, Eduarda Escila, Coordenadora do curso de PP da Uniara, que nos apoiou e distribuiu cartazes e banners por todas as unidades da instituição. O professor Caê, Professor Samuel Gatti, Professor Gabriel Arroyo, Professor Cesar Mulati, Professora Inaya entre outros que nos incentivaram com palavras que nos fez acreditar nesta idéia. Também gostaria de agradecer todos os orgãos de imprensa que divulgaram a campanha como; GPXonlne, Gavião Peixoto, Saiba Já, Matão, Jornal de Araraquara, Blog Virando Bixo, Portal Uniara, Portal G1 (EPTV/Rede Globo), também ao Jornal Vitral da Uniara com a matéria do grudo da Debora Camargo e Programa Alegria Geral com Nil Bueno na Rádio Cultura AM além do patrocínio do Curso e Colégio Objetivo que nos doou placas de divulgação da campanha, e claro, a TODOS que nos ajudaram no anonimato, nosso muito obrigado.

Um agradecimeto especial a Agência CorujAtiva que se juntou a nós deixando de lado o egocentrismo que impera em nosso meio e se fez parte não só da campanha, mas também da idéia e também outros alunos que também se uniram a nós.

Hoje fechamos esse círculo, felizes, pois não nos omitimos, não nos influenciamos por essa sociedade modista e individualista. Dividimos as idéias e nossos ideais, demos nossa “cara para bater” sem medo e encerramos por agora nossa campanha, Trote é “Coisa” do Passado, mas a bandeira continua levantada e as flores serão cultivadas.

Enquanto muitos falam, nós fazemos, essa é a DIferença.