Moda, Modismo e Moldados

Da década de noventa para cá começamos a mudar nossos conceitos de cores, ao invés de ficarmos mais arrojados, passamos a ficar pálidos, esbranquiçados, ou seja, sem cor, ou melhor, tudo muito neutro.

Na musica Little Boy I Miss You do Timo Tolkki ele escreve muito bem o que eu quero expressar neste momento, ou seja;

“Ninguém nunca disse a você que há mais cores que branco e preto.”

Seguindo este raciocínio podemos ver que nos neutralizamos e passamos a viver uma moda e passamos a sermos moldados a gostar de tudo muito branco, exemplos;  geladeira, fogão, máquina de lavar, micro ondas, armários, móveis, qual é a cor que predomina hoje na sua casa?

Alguém falou branco? Acertou em cheio, isso mesmo, passamos a usar o branco dentro de casa, coisa que na década de cinquenta, sessenta, setenta e oitenta era inaceitável, pois, pergunte a sua mãe, ao seu pai ou à sua vó, qual era a cor dos eletrodomésticos nestas décadas?

Respondo pra você, assim você não tem que esperar, amarelo, vermelho, azul, sim, é isso mesmo, tudo muito colorido e arrojado, aí paro e penso, estamos regredindo ou evoluindo em conceitos, somos mais conservadores com toda liberdade que temos ou somos arrojados?

Vejo uma moda sendo imposta e vejo muito seguidores, pois agora a cor do carro da moda é branco também, alguns anos atrás foi prata, mas agora o branco predomina, o que será que aconteceu, pois, há alguns anos atrás carro de cor branca era carro de frota de empresa e ninguém queria ou não?

E se voltarmos a décadas atrás os carros eram bem coloridos também, tínhamos carros coloridos como temos hoje, mas nossos antecessores não eram tão influenciáveis com hoje nós somos. Os baby bummers são nossos pais, tios, avôs, são as pessoas nascidas entre 1945 até 1964, ou seja, após a Segunda Guerra, esses “caras” viveram muito bem a década de 60 e 70 e foram responsáveis pelas mudanças sociais e culturais.

Logo depois vem a geração X que aparentemente não tem identidade, a enfrentar um incerto, mal definido, talvez hostil, futuro. Década de 80 e 90 vem a geração Y que é a geração que está conectada a tudo e a todos a todo momento, uma galera que hoje consegue ouvir musica e ler livro, assistir TV e fazer trabalho. Tudo eles fazem ao mesmo tempo e com isso eles estão fazendo que algumas gerações anteriores a eles corram atrás e se igualem, e agora, estamos  na geração Z  que querem tudo muito rápido e também estão conectados e ligados em tudo.

E o quem vem depois? Uma mistura de gerações ou uma nova invenção ou geração? Uma nova moda? Não sei, só espero que caminhemos para algum lugar consistente e que possa ser mais original do que vivemos hoje, hoje vivemos entre pessoas programadas que vivem uma vida branca e preta.

Uma dica pra você, coloque mais cores na sua vida.

Anúncios

Coloridos

Já escrevi sobre isto em meu blog Linguagem Pop com o tema “A Diferença de Cada Um” que você pode ler também clicando aqui.

Muito chama a minha atenção esta nova geração taxada de COLORIDOS, ou geração Z que está na moda falar, ou seja, a nova geração que vem misturando cores, fazendo um rock agressivo instrumentalmente e singelo em composição, isso nada mais é do que uma mistura de comportamentos setentistas e oitentistas que eu vivi em minha geração, pois já passamos pela Geração X, Y  e estamos agora caminho para a X Y Z uma mistura de tudo que já foi vivido.

Veja os trajes e o visual dessa nova galera que estão sendo chamados de COLORIDOS, nada mais é do que uma mistura de punk, new wave, gótico e glan metal, pois quem viveu os anos setenta e oitenta, viu e até participou destes movimentos sabe muito bem do que eu estou falando.

Esse o um novo movimento que temos que entender e passar a respeitar, pois existe atitude, existe uma mistura de estilos, mas como disse o poeta, que na vida nada se cria, tudo se copia, esta nova geração está copiando o que pais e tios viveram no passado, se hoje são diferentes para você, ontem você também foi, mas se não foi, perdeu uma grande oportunidade de ser.

Não quero aqui impor nada e deixo claro que esse raciocínio e pensamento é exclusivamente meu, não sei se certo ou errado, mas é o que penso, falo isso para os conservadores que neste momento estão torcendo o nariz, mas o meu assunto em falar dos coloridos é a volta dos relógios Champions – Troca Pulseira, febre dos anos oitenta que está de volta e fazendo a cabeça da moçada, além agora dos Óculos Champions – Troca Hastes, outra sacada da empresa para vender e estar na moda dessa galera.

Outro acessório bacana, e esse, eu acredito que será um eterno xodó, é o celular Corby que além de seguir a mesma ideia de cores é um celular que conquistou uma galera e hoje até site especializado já existe, o www.mundocorby.com onde você encontra todas as novidades para o seu Corby, além de ser um local para troca de experiências com o tal amiguinho colorido.

Fala-se bastantes de Iphone, Galaxy entre outros, mas acredito que nenhum destes irão ter uma vida tão intensa como o Corby, o Corby será aquele celular de colecionadores, que carrega atualidade e um lado vintage, diferente dos atuais e cheio de tecnologias.

Eu sou um usuário do Corby e digo que não troco o meu por nada, estou pensando já em trocá-lo para a versão dois, pois além de diferente, ele faz a diferença não só com o seu visual, mas também com seu diferencial.

Até mais ver!!!